Bate papo #1 com Nasri Sarkiss

Sexta feira, 09 de Fevereiro, foi aniversário de Nasri Sarkiss, o Turco, e aproveitamos para dar os parabéns batendo um papo com esse paranaense veterano do Motocross e Velocross Brasileiros. Conversamos com ele após a festa dos campeões de 2017 da FPRM.

MMXCrossWorld – Sarkiss, primeiro de tudo: Feliz Aniversário! Desejo tudo de bom pra você! Seja bem vindo ao MMXCrossWorld e muito obrigada por conversar comigo. Ontem você estava a caminho da festa de premiação dos campeões de 2017! Que tal começar falando um pouco sobre sua temporada do ano passado?

Nasri Sarkiss – Olá, obrigado pelas felicitações! É sempre prazer conversar com você, agradeço pelo espaço no MMXCrossWorld. E desejo sucesso ao novo site!!! Quanto a temporada de 2017, apesar de muito cansativa, foi de bons resultados e conquistas. Além dos títulos, voltei ao MX que é minha raiz, também montei minha equipe pra dar um suporte aos meus alunos. E realizei o sonho de participar do Mundial de Veteranos na famosa e difícil pista de Glen Helen em Corona na Califórnia, agradeço a TBT Brazil Racing pela oportunidade.

WhatsApp Image 2018-02-11 at 18.44.42

MMXCrossWorld – Ano Novo, temporada nova… Como você está se preparando para 2018? Quais as novidades para o Turco este ano?

Nasri Sarkiss – Ano passado sofri com as lesões, e por conta do calendário cheio tive que disputar etapas sem estar 100% fisicamente. Na última etapa do Estadual de Motocross, fui derrubado por outro piloto, na queda fraturei duas costelas e torci meu pescoço. Fui obrigado a ficar parado mais de trinta dias, esse tipo de coisa é realmente desagradável. Apesar de ainda sentir dores, iniciei minha pré-temporada.

MMXCrossWorld – Você já tem diversos títulos nacionais: Bi-Campeão Brasileiro de Velocross, Bi-Campeão Sul Brasileiro, 24 Títulos Estaduais nas modalidades Motocross, Supercross, Velocross e Arena Velocross. Quais os campeonatos que você vai fazer em 2018?

Nasri Sarkiss – Com a conquista do Estadual de Motocross na categoria MX45 e Velocross nas categorias VX4 e VX45 agora são 27 Títulos. rsrs… Em 2018 minha prioridade vai ser disputar novamente os Estaduais de Motocross e Velocross, e o Nacional de Velocross.

MMXCrossWorld – Ano passado (2017) você passou umas semanas nos Estados Unidos e disputou o Mundial de Veteranos. Conte como foi a experiência. Você pretende participar este ano de novo?

Nasri Sarkiss – Minha participação no Mundial de Veteranos em Glen Helen foi viável graças ao total suporte da TBT USA, viabilizado pela TBT Brazil Racing de propriedade do Glondin Kiebler. Além do apoio da BelParts, que está sempre comigo em meus projetos. Já nos USA recebi moto, caminhão para transporte e manutenção na sede da TBT. Treinamos nas pistas de Pala Raceway e Milestone pra acertar a moto. Sempre com supervisão do Kiebler, ele é extremamente profissional. Ainda em Corona, visitamos a Chaparral, Pro Circuit e Yoshimura. Andar na pista de Glen Helen foi desafiador, em 32 anos no esporte, nunca pilotei em uma pista tão difícil. Ela tem subidas e descidas gigantes, realmente assustadoras. É necessário estar 110% preparado pra andar lá, não consegui dar meu melhor nas corridas. E tenho certeza que posso fazer melhor em outra participação, é claro que tenho o desejo de voltar lá, mas o problema são os calendários no Brasil, estão sempre mudando, ai fica difícil para programar uma viagem ao exterior. De toda forma foi uma experiência incrível!!!

WhatsApp Image 2018-02-11 at 18.38.26
Nasri na sede da TBT Racing USA em 2017
WhatsApp Image 2018-02-11 at 18.48.02
Sede da Yoshimura nos EUA em 2017

MMXCrossWorld – Com sua experiência aqui e lá fora, o que você acha que está faltando em relação a pistas, pilotos, equipes, equipamentos, mídia especializada, para melhorar o nível do nosso esporte no Brasil?

Nasri Sarkiss – Infelizmente falta muita coisa, não temos como comparar. Sexta durante o jantar da FPRM encontrei meu amigo Celestino Fleire Jr, proprietário da revista DirtAction e assim como eu, amante do esporte. Tivemos uma breve conversa e comentei que o motocross no Brasil teve um grande retrocesso nos últimos anos, ele concordou comigo. Dirigentes, pilotos, equipes, mídia especializada, empresas interessadas em investir. Em todos esses segmentos tem pessoas tentando fazer o esporte crescer, mas são minoria. Precisamos de maior engajamento de todos, mas se não houver uma grande mudança, vai ser difícil isso acontecer.

MMXCrossWorld – Entre o VX e o MX? Qual que vc prefere mais? Temos visto ultimamente um aumento no número de corridas e campeonatos de Velocross pelo Sul e Sudeste do país. Oq vc acha que está levando a esse aumento?

Nasri Sarkiss – Minha raiz é o motocross, gosto das duas modalidades, cada uma tem sua dificuldade. Penso que pela crise no Nacional de Motocross e os altos custos sem praticamente nenhum retorno, muitos pilotos estão deixando de acreditar em um retorno financeiro. Quanto ao Velocross, depois de anos tentando intermediar uma reunião das Federações do PR, SC e RS, em 2017 realizei esse sonho, e todas estão trabalhando juntas e em prol do esporte, tanto que ano passado unificamos o regulamento do Velocross e em 2018 o do Motocross. Hoje se um piloto decidir participar de uma prova no Sul, poderá se basear nas mesmas regras pra todos, se estendendo também ao Nacional de Velocross. Isso ao meu ver é um grande avanço pro todos. Os presidentes Gilberto Rosa do Paraná, Pezão de SC e Bigode do RS juntamente com suas equipes, têm feito o possível pra que todos trabalhem unidos e com um único intuito, ofortalecimento e crescimento do esporte.

MMXCrossWorld – Conte mais sobre sua escola de pilotos e sobre sua equipe. E em relação a equipe e patrocinadores. Como será para você em 2018?

Nasri Sarkiss – Montei a equipe pra temporada 2017 e consegui apoio de alguns patrocinadores pro meu projeto, a ideia é minimizar os custos dos alunos e com isso viabilizar a permanência deles no esporte. Quanto ao meu patrocinadores renovei com todos, e estou feliz e motivado pra mais essa temporada. Continuado sobre minha equipe, essa semana tenho uma reunião com o Lima da Adrenalina, ela é a base da equipe e vamos definir alguns pontos pra próxima temporada. Há alguns anos fui procurado pelos pais de alguns pilotinhos, eles queriam que desse aulas aos seus filhos. E com isso aprenderem a pilotar corretamente, durante algum tempo resisti a ideia. Mas no final aceitei e hoje já formei alguns bons pilotos. Conquistamos títulos importantes com Matheus Gabriel da Silva Campeão Paranaense de Velocross 2013 Cat-50/ 2017 Junior, Matheus Zolet 2014 Cat-65, Victor Tidre 2015 Cat-65, Otavio da Silva 2015 Cat-Mini Motos Campeão Paranaense de Velocross e Brasileiro de Arena Velocross.

WhatsApp Image 2018-02-11 at 18.42.45
Dia de competição com os alunos

MMXCrossWorld – Quais as suas expectativas para 2018?

Nasri Sarkiss – Em 2018 completo 32 anos no esporte, vou pra minha vigésima primeira temporada completa. Cheguei mais longe do que jamais imaginei, no esporte isso é um privilégio. Além disso tenho grandes empresas me dando suporte pra fazer o que mais amo, apenas quero me sentir feliz pilotando e sem lesões, o restante é consequência.

MMXCrossWorld – Turco, mais uma vez muito obrigada por ceder esse tempo para conversar. Agora o espaço é todo seu!

Nasri Sarkiss – Obrigado você pelo espaço, também quero agradecer aos meus patrocinadores BelParts/ Motul/AdrenalinaMX/Thor/Leandro Borges/AVTC/TBT Suspensões/ 5inco FactoryConceps.

WhatsApp Image 2018-02-11 at 18.23.30
Ao lado de Matheus Campeão 2017 Cat-Junior na Festa dos Campeões da FPRM 2017.
WhatsApp Image 2018-02-11 at 18.22.18
Sarkiss e Celestino no jantar da FPRM

2 comentários em “Bate papo #1 com Nasri Sarkiss”

  1. Esse Sarkiss é uma lenda, competimos juntos a mais de 20 anos e sempre saindo faísca dentro das pistas mas fora delas uma grande amizade e respeito mútuo. 2017 disputamos o paranaense de MX e foi show. Parabéns meu amigo pela bela carreira e pelo profissional que você é. Forte Abraço
    Zeus Glanert #925.
    JOAÇABA – SC.

    Curtir

  2. Pingback: MMXCrossWorld

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s