Pilotos da Yamaha Racing Brasil comentam participação no MX das Nações 2019

Assen, Holanda – Os pilotos da Yamaha Racing Brasil finalizaram neste domingo, 29, suas participações no Motocross das Nações 2019, em Assen, na Holanda.
O fim de semana foi de muita chuva no norte holandês, mas mesmo assim milhares de fãs do mundo inteiro prestigiaram o evento, que contou com 34 seleções. A pista de areia, ainda mais “pesada” por causa da chuva, foi o grande desafio para os pilotos.

Grande destaque para a participação do pentacampeão brasileiro de motocross, Carlos Campano, que no sábado ajudou sua equipe espanhola a classificar para as finais de domingo, quando novamente mostrou sua garra e capacidade de disputar entre os melhores do mundo, auxiliando a Espanha a terminar na 9ª colocação.

Fabio Santos e Pepê Bueno, do time brasileiro, também demonstraram garra e determinação ao buscar até o último segundo a classificação. Porém, o Brasil parou na Repescagem (Final-B) e finalizou esta edição na 24ª colocação.

Veja abaixo as avaliações dos três pilotos.

Em 2020, o MX das Nações será na França, em Ernée, nos dias 26 e 27 de setembro.

Carlos Campano #21

Categoria Open
Moto YZ450F

“Foi uma corrida com altos e baixos, mas estou feliz com meu desempenho. Na primeira bateria larguei mais ou menos, fui para a frente, cheguei andar em sexto, mas aí me bati com o Olsen (Thomas Kjer, da Dinamarca), fiquei parado na curva e veio o Osborne (Zach, dos EUA) e me bateu no pé. Fiquei com dor e tive que lutar para chegar em 13º. Na segunda corrida foi mais difícil porque larguei por fora, deixei a vaga de dentro para o Prado (Jorge, da Espanha). Larguei atrás e acabei parando para não machucar mais meu tornozelo. Tenho agora umas duas semanas de repouso e foco total na final do Brasileiro de Motocross.”

Fabio Santos #46

Categoria MXGP
Moto YZ450F

“Infelizmente não conseguimos os resultados necessários para classificar o Brasil para as finais. A pista estava bastante pesada por causa da chuva e além disso é um terreno que não estamos habituados a correr no Brasil. Na Final-B eu estava em sexto um bom tempo, o que seria um resultado para possivelmente classificar, mas tive que parar para trocar o óculos que estava cheio de areia e depois acabei caindo e terminei em 10º lugar. Mas estou feliz pela experiência vivida, estou saindo inteiro, sem lesão, e pronto para a final do Brasileiro de Motocross.”

Pepê Bueno #47

Categoria MX2
Moto YZ250F

“Foi um fim de semana de aprendizado. Na Final-B estava andando bem, na quinta ou sexta colocação, mas acabei atolando a moto e demorei um bom tempo para conseguir sair. A pista estava muito pesada e em alguns pontos vários pilotos ficaram atolados. Serve de aprendizado. Certamente nos dedicamos ao máximo para classificar o Brasil, mas MX das Nações é sempre muito difícil e disputado. Vamos trabalhar para melhorar para as próximas.”

Classificação Final do MX das Nações 2019

1. Holanda
2. Bélgica
3. Grã-Bretanha
4. Estônia
5. França
6. Estados Unidos
7. Alemanha
8. Letônia
9. Espanha
10. Dinamarca
11. Suíça
12. Noruega
13. Eslovênia
14. Suécia
15. Austrália
16. Itália
17. Áustria
18. Irlanda
19. Nova Zelândia
20. África do Sul
21. Polônia
22. Portugal
23. Ucrânia
24. Brasil
25. Rússia
26. República Tcheca
27. Islândia
28. Lituânia
29. Japão
30. Croácia
31. GRácia
32. Porto Rico
33. Chipre
34. Luxemburgo
Texto por: Assessoria Yamaha Racing Brasil
Cover photo by: Cesar Araujo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s